h1

On the corner

maio 1, 2010

Você não sabe o quanto é importante
nem o quanto eu te amo

Os buracos negros
em que me atirei meu coração
por te amar

E o espinheiro em que me encontro
e tudo que mudou

Um tipo de dor boa
que eu faço questão de sentir

Pois quando você canta, dói
quando você respira, eu sei
e tudo que você sentiu, eu sinto

Me sinto um rato acuado num canto escuro
e a vida em frente me encurralando

Quando você pensa que faz mal
é quando você faz bem

Espero um dia errar
como você
para atingir as estrelas que você tocou

Anúncios

2 comentários

  1. NHaim esse poema eah perfeito”!
    mtO lIndO’!
    vc escreveu pro Chris neah?
    *-*
    Ameei’!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: